Festa

Projeto Musas

O projeto


Mais do que um museu a céu aberto, o MUSAS é um movimento cultural. Nasceu em 2013, fazendo da arte uma força propulsora de transformações sociais. Fez das casas e muros da comunidade Solar do Unhão grandes telas, trouxe questionamentos e ancestralidade para os traços do graffiti e transformou a comunidade. O Museu de Street Art de Salvador (MUSAS) tem como motivação a crença de que a arte pode produzir potências, resgate e preservação de memórias. Assim, seus integrantes se colocam a fomentar arte e cultura de modo a visibilizar tanto a produção artística exposta nas ruas e casas da Comunidade Solar do Unhão, como potencializar a economia dos seus cerca de dois mil moradores. Integrantes do MUSAS fazem de suas ações ponto de intersecção entre artistas e comunidade para produções artísticas que ressignificam a localidade ao tomá-la como espaço para apreciação turística, expressão artística e de revitalização urbana.



Graffiti como transformação social


A arte de rua produzida na Bahia tem grande identificação nas comunidades em situação de vulnerabilidade e traz temas sociais e culturais relevantes como expressão desse fazer artístico. A essência dessas obras reflete nos muros das cidades os debates e reflexões em que a discussão se faz urgente, como gênero e raça, empoderamento feminino, meio-ambiente, ancestralidade. Lançar o olhar sobre essa produção artística é perceber que ali existe uma ferramenta de transformação social, de discussão política e uma arte carregada de significados que impactam diretamente na consciência social desses artistas e moradores dessas regiões.

O Museu de Street Arte de Salvador (MUSAS) tem como motivação a crença de que a arte pode produzir potências, resgate e preservação de memórias. Assim, seus integrantes se colocam a fomentar arte e cultura de modo a visibilizar tanto a produção artística exposta nas ruas e casas da Comunidade Solar do Unhão, como potencializar a economia dos seus cerca de dois mil moradores.

A Comunidade Solar do Unhão está localizada na Gamboa de Baixo, ao lado do Museu de Arte da Bahia, e é caracterizada por um conjunto arquitetônico expressivo bem como por pessoas que se encontram, muitas vezes, em situação de vulnerabilidade socioeconômica. Diante esse contexto, grafiteiros, pintores e artistas plásticos do Museu de Street de Salvador (MUSAS) transformaram as diversas casas dos moradores da comunidade, bem como os muros das ruas, em grandes telas de arte fazendo uso do grafite como expressão artística.

Assim, integrantes do MUSAS fazem de suas ações ponto de intersecção entre artistas e comunidade para produções artísticas que ressignificam a localidade ao tomá-la como espaço para apreciação turística, expressão artística e de revitalização urbana.

<< Voltar

Fale com a gente

contato@festastreetart.com.br